Pesquisar

Dieta da Banana

blog dietasnaweb

Sucesso no Japão e nos Estados Unidos, esta dieta promete derreter os quilinhos extras sem sacrifício. O segredo é comer a fruta no café-da-manhã. Acredite, funciona!

Mas ela não engorda?
Em excesso, a fruta pode pesar na balança. Ainda assim, a dieta não impõe limite: a candidata a perder peso pode comer quantas unidades quiser no café-da-manhã. Mas é difícil exagerar. Isso porque a fruta sacia rapidinho. Além disso, deve ser acompanhada de goles de água morna. É estranho, mas funciona. Em contato com a água, as fibras solúveis da banana formam uma espécie de gel que preenche o estômago, espantando a fome por um bom tempo. Lucyanna Kalluf, nutricionista do Instituto Alpha de Saúde Integral, em São Paulo, acrescenta outros dois poderes da fruta contra os quilinhos extras: estimula o funcionamento do intestino e combate a ansiedade e o mau humor. “É um alimento que combina doses importantes de vitamina B6 e triptofano – substâncias que, juntas, aumentam a produção de serotonina, o neurotransmissor do bem estar”, diz a nutricionista. E, feliz, a gente resiste melhor aos doces. Você malha? Mais um motivo para apostar na banana. Lotada de potássio, melhora o poder de contração dos músculos, aumentando sua performance e, de quebra, a queima de calorias.
Dispense o que é ruim
Nem tudo é perfeito na dieta que veio do Oriente. A versão original permite você comer o que e quanto quiser no almoço e no jantar. Não dá! “Isso pode resultar num exagero de calorias, anulando qualquer esforço para emagrecer”, alerta Andréia Naves, diretora da VP Consultoria Nutricional, em São Paulo.

Aproveite o lado bom
Cortar bebida alcoólica, evitar refeições pesadas após às 8 da noite e ir para cama antes da meianoite, no entanto, são sugestões muito bem-vindas. Então, aproveite o que é bom e dispense o que ruim. Nem pensar em começar o dia comendo banana e bebendo água morna? A gente deu um jeitinho nisso: você vai beber chá (ou outra bebida quentinha). O cardápio também está mais gostoso. Tem banana e outras comidinhas que potencializam o resultado da dieta – você vai perder 3 quilos em dez dias.

O poder da banana verde
Quanto mais firme, maior é o poder da banana reduzir os excessos na cintura. Os nutricionistas funcionais vão mais longe: recomendam a fruta verde. Mas, nesse caso, deve ser consumida na forma de purê (ou biomassa), quando ainda carrega o amido resistente. Difícil de ser digerido, faz com que os outros alimentos sejam absorvidos mais devagar, mantendo a fome sob controle. Segundo estudo do Laboratório de Química, Bioquímica e Biologia Molecular da Faculdade de Ciências da USP, antes de amadurecer, a banana ainda tem efeito prebiótico. “O amido resistente chega intacto ao intestino. Ali, fermenta e produz substâncias que alimentam as bactérias do bem – aquelas que formam uma barreira contra as bactérias intrusas”, explica Ana Vládia Moreira, professora do Departamento de Nutrição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Com isso, o intestino acumula menos toxinas e absorve melhor o trio antiobesidade – cálcio, magnésio e zinco – presente nos alimentos. “São minerais que regulam o sistema endócrino, mantendo o metabolismo em dia”, diz Lucyanna Kalluf. Conclusão: você emagrece mais fácil. Por isso, tem a opção de incluir a biomassa na dieta.

CARDÁPIO:

Café-da-manhã:

Opção 1
• 1 xíc. de chá de ervas (verde, branco, hibiscus ou hortelã)
• Mingau de aveia com banana

Opção 2
• 1 xíc. de chá de ervas (verde, branco, hibiscus)
• 1 copo (200 ml) de leite de soja batido com 1 banana firme (nanica ou prata) e 1 col. (sopa) de aveia em flocos
• 1 banana firme picada com 1 col. (sobremesa) de canela em pó, 1 col. (sopa) de linhaça e 1 col. (sobremesa) de mel

Opção 3
• 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado e adoçante (opcional)
• 2 bananas firmes picadas com 1 col. (sopa) de linhaça, 1 col. (sopa) de aveia e 1 col. (sobremesa) de mel


Lanche da manhã:

Opção 1
• 1 copo (200 ml) de suco de couve, laranja e gengibre

Opção 2
• 1 copo (200 ml) de suco de melancia e limão

Opção 3
• 1 caixinha de suco de fruta light


Almoço:

Opção 1
• Salada de alface, rúcula e agrião
• 2 col. (sopa) de arroz (integral, de preferência)
• 1 concha média de feijão
• 1 filé médio (100 g) de frango grelhado

Opção 2
• Salada de rúcula, alface e tomate
• ½ xíc. (chá) de macarrão (integral, de preferência) com molho de tomate
• 1 filé (100 g) de peixe grelhado
• 1 prato (sobremesa) de legumes cozidos (abobrinha, berinjela, tomate)

Opção 3
• Salada de agrião, acelga e cenoura ralada
• 2 col. (sopa) de arroz (integral, de preferência)
• 2 col. (sopa) de grão-de-bico cozido (ou grão de soja cozido) e temperado a gosto
• 1 filé médio (100 g) de carne vermelha magra grelhada


Lanche da tarde:

Opção 1
• 1 xíc. de chá verde (ou branco ou vermelho)
• 1 barrinha de cereais

Opção 2
• 1 xíc. de chá verde (ou branco ou vermelho)
• 1 fatia de pão integral com 2 col. (chá) de mel (ou duas fatias de peito de peru, se não gostar de doce)

Opção 3
• 1 xíc. de chá verde (ou branco ou vermelho)
• 2 torradas integrais com 2 col. (chá) de geléia de fruta


Jantar:

Opção 1
• Sopa de cenoura ou de tomate

Opção 2
• Salada de alface,tomate e cenoura ralada
• Omelete com 2 claras e 1 fatia de peito de peru

Opção 3
• Salada colorida (agrião, tomate, palmito, 2 rodelas de mussarela de búfala, 1 col./sobremesa de gergelim e 2 castanhas-do-pará picadas)
• 1 prato (fundo) de missoshiro (caldo de soja fermentada) com cebolinha fresca picada

Ceia:

• 1 banana assada com canela em pó

* Para temperar as saladas, use sal, azeite de oliva e limão.


Biomassa de banana verde:

• 4 bananas-nanicas verdes

Modo de Preparo:
Coloque as bananas com a casca numa panela de pressão e cubra com água. Cozinhe por 15 minutos e escorra. Retire a casca e amasse (ou passe no processador) a polpa ainda quente até formar um purê. Guarde na geladeira (dura quatro dias) e use aos poucos – no mingau de aveia, na sopa ou misturado a outro alimento quente (assim, o sabor fica mais agradável).

Rende: 16 colheres (sopa)
Calorias por colher: 23

Mingau de aveia:
• 1 col. (sopa) de aveia em flocos
• 1 xíc. (chá) de leite de soja
• 1 col. (sobremesa) de mel
• 2 bananas firmes picadas
• 1 col. (sopa) de biomassa (opcional)

Modo de Preparo:
Coloque a aveia e o leite numa panela e leve ao fogo. Mexa sem parar por 5 minutos ou até o mingau engrossar. Retire do fogo, junte o mel e a banana. Acrescente a biomassa (opcional) antes do final do preparo.

Rende: 1 porção
Calorias por porção: 207 (sem a biomassa)

Sopa de cenoura:
• 5 cenouras descascadas e cortadas em fatias grossas
• 1 cebola média descascada e cortada em quatro
• 1 nabo médio descascado e cortado em triângulos
• 2 dentes de alho descascados
• 4 xíc. (chá) de água
• Sal e pimenta-do-reino a gosto
• 2 col. (sopa) de biomasssa (opcional)
• 1 col. (sobremesa) de semente de girassol (opcional)


Modo de Preparo:
Coloque a cenoura, a cebola, o nabo, o alho e a água numa panela grande. Leve ao fogo e deixe ferver por 15 minutos. Tempere com sal e pimenta e deixe ferver por mais 5 minutos. Deixe esfriar e, antes de servir, bata no liquidificador com a biomassa (opcional). Polvilhe a semente de abóbora (opcional) na hora de consumir a sopa, quente ou fria.

Rende: 4 porções
Calorias por porção: 130 (sem a biomassa)

Sopa de tomate
• 2 cebolas médias picadas
• 1 dente de alho
• 2 col. (sopa) de azeite de oliva
• 1 litro de suco de tomate
• 3 col. (sopa) de extrato de tomate
• 1 col. (chá) de sal
• Pimenta-do-reino a gosto
• Salsinha (ou manjericão) a gosto
• 2 col. (sopa) de biomassa (opcional)

Modo de Preparo:
Numa panela, coloque a cebola, o alho e o azeite. Leve ao fogo para refogar. Acrescente os outros ingredientes e deixe ferver por 20 minutos. Deixe esfriar e, antes de servir, bata no liquidificador com a biomassa (opcional). Consuma a sopa quente ou fria.

Rende: 4 porções
Calorias por porção: 130 (sem a biomassa)
Fonte: Revista Boa Forma

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Links GoogluLinks